sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Vinte e quatro

"E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
Quando eu estiver fogo
Suavemente se encaixe
E quando eu estiver triste
Simplesmente me abrace
E quando eu estiver louco
Subitamente se afaste
E quando eu estiver bobo
Sutilmente disfarce
Mas quando eu estiver morto
Suplico que não me mate, não
Dentro de ti, dentro de ti"

Skank

2 comentários:

@carolecarol disse...

Amei a escolha da foto para a belíssima música XD

Peterson Quadros disse...

Nao conhecia essa musica... Linda essa ideia das pessoas sobreviverem em nós mesmo depois de fecharem os olhos para sempre. Como sempre... um post perfeito... Abracos e um lindo fim de semana...