sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Cento e sessenta e oito

Estou (estamos) indo viajar...
Tipo hje, dentro de umas duas hras.
Olha, eu não gosto de colocar todas as expectativas em uma ficha só, e não é o que estou fazendo...
Mas acho que não é pedir muito voltar PELO MENOS um tico melhor do que estou indo...
Pq está difícil para CARALEO.
Nada de grave não ...
(Ou é...Não sei, tenho a sensação de que simplesmente me acostumei a isto tudo e tô meio que anestesiada...)
Mas preciso de ALGUM estímulo...
É diferente, acho que nunca estive assim...

É só que está TUDO no automático.
Qdo acordo e qdo vou dormir a vontade é tipo "Ah...quero morrer"...Daí o resto dia é robótico...

E desde que chego aqui é uma contagem regressiva para sair e começar tudo outra vez...
Ou seja...Para nada.

Tem algo muito estranho em mim, algo que se apagou, tipo o botão de "desisto" acionado.
Tipo um "Tanto faz" bem gigante plantado no topo da minha cabeça.

Achei que fosse conseguir limpar esta bosta todo, mas olha...
Difícil...
Parece q se tento agradar,não significa nada.
Se me magoo (ou se calo a boca para não causar) estou esquisita.
Se não respondo às provocações, não é pq aprendi a ser diferente, é pq estou "ainda mais esquisita"...Assim,quase suspeita...(O que não é dito, mas é óbvio)

Quer dizer...

Aperto o desisto ou sento e choro?
Chorar já cansou, apertei o desisto e tô aí...

Dizem que qto mais se abaixa mais se mostra a bunda...
Acredito fielmente...
Qto mais tento agradar mais e mais recebo egoísmo.
Uns egoísmos de tirar o folêgo.

Dia desses...Ontem...Ouvi algo próximo de eu  estar "provando do próprio veneno"...
O que é no mínimo burro...
Pq ela pode até ser como eu, pode até ser egoísta, orgulhosa, pode até me trair...

Mas cavará a infelicidade dela junto com a minha.

Triste isso tudo.
Ando muito triste.
Muito longe de mim...
Dela então nem se fala...Nem reconheço mais.

Mas olha, aprendi a meio que me afastar disso tudo, meio que chorar menos lágrimas e poupar o rímel...
Pq não adianta.
Não adianta chorar, discutir, tentar explicar...
Cansei de uma vida toda tentando provar meus argumentos...

Agora chega.
Vou ficar lá um bom tempo ainda, e dar minha cara a tapa...
Na esperança que entre ter razão (que de fato ela tem) e ficar comigo, ela escolha a segunda...
Eu  escolhi a segunda, mas custou muito tempo, muita dor.

Como disse...
Estarei lá, mas difícil ser a mesma...
Assim como é difícil para ela.

Sei que a burrada foi das gdes, e não estou com pressa...
Só que estes últimos tempos estão BEM MAIS difíceis que os primeiros, daí é complicado de entender, né?


Mas voltando ao primeiro paragrafo (que para variar era o único que deveria ter postado, especialmente pq JUREEEEEEEI que não ia escrever sobre isso) ...Só queria nesse fim de semana paz...Paz e sol nesta ordem...

Até a volta
Beijinhos





Um comentário:

Rebeka disse...

Gatinha, agradeço sempre seus comentários tá?!
Amore, eu não sei direito o que pegou entre vocês, e nem o pq vc sempre está tão mal e se culpa tanto.
Eu sei que eu passei por um período assim, me culpando, me anulando, me inferiorizando, até criar a consciência de que eu qro ser feliz, e vou lutar para isso, se ame, erga a cabeça e se perdoe, acorde e encare o dia com animo, não se entregue assim, chore quando precisar, mas tente não chorar por tudo, se você está mal e porque você esta se permitindo ficar nesse estado, creia que tudo pode melhorar quando você enxergar isso. Existem tantas possibilidades, tantos caminhos para ser feliz, basta enxerga-los e seguir por eles. Não precisamos pagar pelos nossos erros, eles servem como lição, para aprendermos e não mais comete-los. Não vivemos para sermos castigados, vivemos para sermos felizes e aprendermos com a vida.
Se vc quiser conversar deixo meu msn aqui tá?
metaleira89@hotmail.com
Um beijo e fique bem guria, sinta-se abraçada e tome uma injeção de animo =)