domingo, 28 de agosto de 2011

Cento e quarenta e dois

Sem querer ser redundante, mas estou arrasada.
E olha que nem aconteceu nada de mais.
Só coisas e mais coisas acumuladas.
Minha vida  esta mesma bosta de sempre...E essa solidão enorme no meu peito.
Agarrando o hipopótamo de pelúcia para não chorar sozinha, para abafar o ruído e não incomodar quem dorme o sono dos justos ao meu lado.
(*Meu sono nunca mais será dos justos*)
E justo eu, cansada como sou estou, adiei o sono horrores, pq não sabia se dormia ou se chorava.

Pq isso, pq descontar em mim  tudo? Já tem tanto para ser descontado...

Eu fico perdida, pq por mais que saiba qual é realmente o motivo desta agressividade, me surpreendo, pq né?Não sou adivinha, e não sei o que ela está pensando.

Descubro (desconfio) apenas quando, por um motivo qquer, tomo uma na cara.
Não que se fale da traição em si, isso raramente acontece.
Mas tomo uns tabefes magníficos, e fico INCRÉDULA...
 Tipo incrédula mesmo.
Mas não sei pq, já devia ter desistido de tentar achar uma lógica no momento, já que está mais que provado que tudo isso tem a ver com o que fiz.

Mesmo que venha disfarçado.

Mereço toda a dor, toda a indiferença, toda a distância?
Mereço.
Mereço mais não estou aguentando mais.

Preciso de uma alegria qquer, uma coisa passageira, um carinho, um motivo para acordar de manhã.
(*Eu não tenho a MENOR NOÇÃO de onde vem força para acordar de manhã!E há tempos!*)

Sinceramente, eu me sinto um peso morto andando por aí.
Mas sorrio, fumo, caminho, corro para pegar o ônibus e tento comer.Reclamo da gripe, do Sol, da chuva...
E ninguém, NINGUÉM (nem mesmo ela, se duvidar) pode imaginar A DOR que está em meu peito.

Eu não tenho que preferir porra nenhuma nada, mas MEO DEOS, como seria mais simples se ela chorasse, se eu pudesse abraçá-la e falar o que sinto, consolá-la, fazer alguma coisa, ao menos.
Mas não é assim que ela funciona.
Então só me resta respeitá-la, e tentar guardar o que for possível ser guardado, para não incomodá-la com minhas lamúrias inúteis...

E mesmo assim, piso em ovos  all the time, e sempre quebro todos eles, sempre incomodo.

Será que ela já não sabe o que quer?
Parece que sim.
Parece que nosso casamento acabou.

Todo dia, há mais de um mês (pq mais ou menos antes disso estava melhor: Vai entender!), eu funciono assim:::Saio de casa triste, triste...Ao longo do dia vou pensando coisas boas, no Msn ela parece sentir minha falta, vou me enchendo de esperanças, então chego em casa e logo fica claro que terei que guardar minhas pequenas ilusões para outra ocasião.

Basta uma pequena faísca para o clima que pretendia criar sumir como uma bolha de sabão no vento.
E no dia seguinte começa tudo outra vez, sem tirar nem por.
TODOS OS DIAS.

Mas não hoje.
Hoje estou morta por dentro...
Aliás, a frase que postei ontem, mais ou menos adequada para todos os dias, parece perfeita para hje.

Hoje não vou me reconstruir porra nenhuma.
Hoje vou chorar cada minuto que tiver vontade de chorar.
É para isso que esta porra de plantão tem 3 banheiros.

Hoje vou tomar um banho gostoso e dormir, pq estou cansada há muitos e muitos dias.
(sexta, sábado e hje, passarei qse 12 hras trabalhando)

Hoje eu estou desistindo dela, desistindo de mim, desistindo de pensar em minha vida, e no que fazer com ela...Desistindo de me preocupar com o que quer que seja.
Pq só mesmo Deus sabe o que fez lá em cima para me convencer a vir para cá.

Não lembro de um momento parecido com esse, não me lembro de algum dia ter me sentindo TÃO descrente de mim e da vida como me sinto hoje, apesar de provavelmente ter escrito posts semelhantes a esse por aí.

Engraçado, vim até aqui para escrever uma, duas frases, mais ou menos o primeiro parágrafo.
No entanto estou digitando a meia hora, desesperadamente, qse sem erros.
É como se eu já soubesse, sem saber, que deveria escrever e o que.

É isso.

M O R T A.

"Vamo acordar! Vamo acordar! Tem gente furando a fila e sendo feliz no nosso lugar."
Caio Fernando Abreu

(*Para variar*)


Taí uma verdade, viu?Devo estar dormindo na fila, pq na boa...Já chegou minha vez há um tempo.
Quero ser um titinho feliz.
Nem que seja em parcelas.
É isso aí: Dna Felicidade,se preocupa não que aceitamos parcelamento sem juros!



6 comentários:

It's my life disse...

Wow... Tenho acompanhado essa história há algum tempo, mas hoje qdo li, fiquei triste mesmo.
Desistir é sempre triste seja do que for...
Olha eu falando... Quem mais pensa em desistir!
Lendo esse texto me vi... A gente se puni aceitando essas coisas como se a gente aceitasse que merece. Faz tempão que já me perdoei por coisas que fiz, mas ainda assim aceito pagar.
É, amiga... eu na verdade, quando entrei aqui, queria consolar, mas é possível? Desculpa.
Espero de coração que tu esteja melhor e que tu melhore a cada dia, isso sim é certo. Abração.

disse...

É engraçado, né?
Culpa nossa ou não, passamos por situações inacreditáveis. Como é possível viver assim como tenho vivido? Sei lá, estu vivendo. . . Uma hra passa.

Rebeka disse...

Olha eu sinceramente comecei a acompanhar sua historia a pouco e não estou num momento digamos bom para aconselhar ninguem rs.

Guria, eu desisti de um noivado, e de um inicio de namoro por conta disso, quero minha felicidade primeiro para poder compartilhar depois.

Minhas esperanças estão somente em mim agora, um lobo solitario saka?

Espero que você fique bem e encontre uma paz para poder ajeitar as ideias =)

Um beijo.

Anônimo disse...

Caracas, eu não sei mais o que dizer pra aliviar, ajudar, elevar, etc! Incrível como vc aguenta essa situação constante de punição!!! Isso será mt amor mesmo? Fico confusa e triste...espero que vc se encontre o mais rápido possível.

Abs
Barbara

Anônimo disse...

Caraca... a galera trai como se fosse a coisa mais honesta, indiferente e normal no mundo, contam p pessoa q tao com elas e acham q nossa... tudo será como era antes.. infelizmente, não! Que bom que teve mais uma sorte com ela.. se precisou passar por tanta coisa pra descobrir q é c ela q vc quer ficar... espere, tenha paciencia e reclame menos.. pq convenhamos, p mim oq vc fez é imperdoavel... foda! Td passa.. de tempo ao tempo e insista.. se é isso msm q vc qr
bjoo
Lara

Anônimo disse...

mais uma chance com ela*